Pousadas em Visconde de Mauá
Faça já a sua reserva (024) 3387 1595 • (024) 9968 2210
Visconde-de-Maua.com > Quem foi o "Visconde de Mauá"? História - Irineu Evangelista
Visconde_Mauá_1861.jpg Quem foi o "Visconde de Mauá"? História - Irineu Evangelista
O banqueiro
Litografia por Sisson (1861).

Com a extinção do tráfico negreiro, a partir da Lei Eusébio de Queirós (1850), os capitais até então empregados no comércio de escravos passaram a ser investidos na industrialização. Aproveitando essa oportunidade, Mauá passou a se dividir entre as atividades de industrial e banqueiro, tendo acumulado fortuna aos quarenta anos de idade.

Entre os investimentos que realizou, além do estaleiro e fundição na Ponta da Areia, destacam-se:

* o projeto de iluminação a gás da cidade do Rio de Janeiro, cuja concessão de exploração obteve por vinte anos. Pelo contrato, o empresário comprometia-se a substituir 21 milhas de lampiões a óleo de baleia por outros, novos, de sua fabricação, erguendo uma fábrica de gás nos limites da cidade. Os investidores só começaram a subscreveram as ações da Companhia de Iluminação a Gás quando os primeiros lampiões, no centro da cidade, foram acessos, surpreendendo a população (25 de Março de 1854). Posteriormente, premido por dificuldades financeiras, Mauá cedeu os seus direitos de exploração a uma empresa de capital britânico, mediante 1,2 milhão de Libras esterlinas e de ações no valor de 3.600 contos de réis.
* a organização da Companhia de Navegação do Amazonas (1852), com embarcações a vapor fabricadas no estaleiro da Ponta da Areia. Posteriormente o Império concedeu a liberdade de navegação do rio Amazonas a todas as nações, levando Mauá a desistir do empreendimento, transferindo os seus interesses a uma empresa de capital britânico.

* a construção de um trecho de 14 quilômetros de linha férrea entre o porto de Mauá, na baía de Guanabara, e a estação de Fragoso, na raiz da serra da Estrela (Petrópolis), na então Província do Rio de Janeiro, a primeira no Brasil. No dia da inauguração (30 de Abril de 1854), na presença do imperador e de autoridades, a locomotiva, posteriormente apelidada de Baroneza (em homenagem à esposa de Mauá), percorreu em 23 minutos o percurso. Na mesma data, em reconhecimento, o empresário recebeu o título de barão de Mauá. Este seria o primeiro trecho de um projeto maior, visando comunicar a região cafeicultora do vale do rio Paraíba e de Minas Gerais ao porto do Rio de Janeiro. Em 1873 pela União & Indústria, empreendimento de Mauá ligando Petrópolis (RJ) a Juiz de Fora (MG), a primeira estrada pavimentada no país, chegavam as primeiras cargas de Minas Gerais para a Estrada de Ferro Dom Pedro II (depois Estrada de Ferro Central do Brasil) empreendimento estatal inaugurado em 1858, que oferecia fretes mais baixos. Em 1882, vencidas as dificuldades técnicas da serra, os trilhos chegavam a Petrópolis.
* o estabelecimento de uma companhia de bondes puxados por burros na cidade do Rio de Janeiro, cujo contrato para exploração Mauá adquiriu em 1862, mas cujos direitos, devido a necessidades de caixa, foram cedidos à empresa de capital norte-americano Botanical Garden’s Railroad (1866), que inaugurou a primeira linha de bondes em 1868, organizando uma lucrativa rede de transportes.
* a participação, como acionista, no empreendimento da Recife & São Francisco Railway Company, a segunda do Brasil, em sociedade com capitalistas ingleses e de cafeicultores paulistas, destinada a escoar a safra de açúcar da região.
* participação, como acionista, na Ferrovia Dom Pedro II (depois Estrada de Ferro Central do Brasil);
* a participação, como empreendedor, na São Paulo Railway (depois Estrada de Ferro Santos-Jundiaí).

No final da década de 1850, o visconde fundou o Banco Mauá, MacGregor & Cia, com filiais em várias capitais brasileiras e em Londres, Paris, Nova Iorque, Buenos Aires e Montevidéu.
Start/Stop visconde-de-maua.com Home Subir um nível Índice Primeira foto Foto anterior Próxima Foto Última Foto
Foto 4 de 7

Visconde de MauáPousadasHoteisChalésImóveis ContatoCachoeirasBlog ImóveisReservas de PousadasContato ImóveisMapasTempo

Faça sua Reserva de Pousada em Visconde de Mauá por telefone ou E-mail

MauaPousadas.com Reservas • Tel.: (024) 9968 2210 • (024) 3387 1595 •
• Fax: (024) 3387 1705


Imóveis compra, venda Imóveis Contato/E-mail
Imobiliária Tel. (024) 9945 3883 ( M&M Imóveis CRECI 32623)

 

Copyright ©2008 [visconde-de-maua.com]. Todos os direitos reservados.
Patrocinio: Pousadas em Visconde de Mauá (MauaPousadas.com)
Fotos: Fotografa Cris e Foto Estudio Rio
Revisado em: Saturday, 14-Feb-2009 12:12:55 EST *